Sabe Quais Os Hipermercados Mais Baratos? Deco Atualizou Índice

Sabe Quais Os Hipermercados Mais Baratos? Deco Atualizou Índice

Ao todo foram visitadas 476 lojas em Portugal Continental e Ilhas. Estudo é feito com base num cabaz de 92 produtos.

O Continente e o Continente Modelo são a cadeia de lojas mais barata em 17 dos 18 distritos nacionais, a que se juntam Madeira e Açores. Em São Miguel partilha a liderança com a Solmar. No distrito do Porto, o Jumbo da Auchan é o hipermercado mais barato. Só no concelho da Maia permite uma poupança anual de 375 euros, informa a Deco.

A associação de defesa do consumidor atualizou em outubro o índice de preços das cadeias de hipermercados. Ao todo foram visitadas 476 lojas em Portugal Continental e Ilhas, tendo sido comparados 45 981 preços, tendo sido encontradas as lojas com os preços mais baixos em cada distrito. O estudo é feito com base num cabaz de 92 produtos, das marcas mais vendidas em Portugal, de nove categorias: mercearia, fruta e legumes, carne, peixe, laticínios, bebidas, congelados, higiene pessoal e limpeza da casa.

A cadeia da Sonae depois de ter assumido no verão a liderança dos hipermercados mais baratos, mantém o primeiro lugar nesta atualização do índice de preços. É o mais em conta em 17 dos 18 distritos. Apenas no do Porto perde a liderança para a Auchan. Mas em Lisboa, fazer compras nas lojas Continente “representa uma poupança de 347 euros anuais face à loja com os preços mais elevados. Em Viseu, permite poupar 351 euros por ano”, refere a Deco.

A nível nacional, o Jumbo, cadeia que liderava o ranking o ano passado, ocupa agora a segunda posição. Já o Pingo Doce, da Jerónimo Martins, ocupa com o Intermarché Super o terceiro lugar do ranking. Minipreço surge em quarto e o Lidl em quinto.

Ao nível de cabaz, a cadeia de Sonae lidera tanto ao nível de frescos, como de mercearia e drogaria. “Enquanto, no estudo anterior o maior investimento de preço era feiito nos frescos, desta vez o Continente melhorou de forma significativa os seus preços na mercearia e drogaria aumentando a distância em 6 pontos percentuais (pp) em relação ao Lidl, 8pp do Dia, 7 pp para o Intermarché e 9 pp face ao Continente”, destaca o Haitong na sua Iberian Newsletter.

“No caso do Pingo Doce os resultados do estudo parecem mais fracos mesmo que se foque apenas no segmento de proximidade, já que perdeu parte da sua vantagem de preço para o Dia (de 6% para 4%) e Lidl (de 7% para 5%) no cabaz de 92 produtos”, realça o Haitong. Um efeito impulsionado sobretudo pela mercearia e drogaria, mas nos produtos mais baratos a cadeia da Jerónimo Martins também perdeu alguma força.

Esta melhoria do Continente só é possível “porque a Sonae tem vindo a alterar a sua estratégia promocional, transferindo o grosso dos descontos oferecidos através de cartão para descontos em dinheiro”, diz o Haitong. Os descontos em cartão, refere o banco com base em guidance da companhia, representam cerca de 9% das vendas do Continente. Ainda assim, o Continente conseguiu desde o ano passado aumentar a distância que o separa do Pingo Doce no cabaz principal de +1% para menos de 15% nesta última atualização da Deco.

Fonte:.dinheirovivo.pt
Sabe Quais Os Hipermercados Mais Baratos? Deco Atualizou Índice
Avalie este Artigo

Comments

comments

Deixe o seu comentário