ANEDOTA: Preciso de “escrever à máquina”

Preciso de “escrever à máquina”

Marido e mulher zangaram-se e deixaram de se falar.

O filho, um puto de sete anos, servia de mensageiro entre eles, mas só para assuntos sexuais.

Para tal, inventaram um código, para passar a mensagem pelo filho.

Assim, quando o homem lhe apetecia, chamava o filho e dizia-lhe:

– Vai dizer à tua mãe que eu preciso de “escrever à máquina”…

Um dia a senhora não estava para ali virada e disse ao filho para informar o pai que a “máquina” estava avariada.

O puto foi dar o recado,mas, entretanto, a mãe reconsiderou, chamou o filho e disse-lhe que, afinal, a máquina já estava em condições.

O miúdo voltou ao pai com a nova mensagem e, de regresso, levou a resposta à mãe.

– Mãe, o pai disse que, entretanto já escreveu “à mão”…

ANEDOTA: Preciso de “escrever à máquina”
Avalie este Artigo

Comments

comments

Deixe o seu comentário